Zappters Protagonistas

Episódio #17: De QA Analyst à Tech Recruiter, sem sair da Zappts

Bem-vind_ ao Zappters Protagonistas!

Nesta série você tem a oportunidade de conhecer a história dos talentos da Zappts, empresa 100% remota que desenvolve projetos de aceleração digital de grandes marcas.

Você perdeu nosso último episódio? Confira a história da Susan no Episódio #16: Meu webnamorado também é um Zappter.

Quer conhecer nossas vagas? Então, clique aqui.

E a entrevistada da vez para nossa série dos Zappters Protagonistas é a Yas, nossa Tech Recruiter.

Começamos com a perguntinha clássica “Quem é Yasmin?” e nossa protagonista já começou a contar sua história:

“Quem sou eu? Nossa, difícil. Sou uma pessoa muito tímida. Sou Yas, tenho 22 anos, nasci no dia 02/02/2000, moro em Jacareí mas nasci em São José dos Campos, sempre morei com meus pais e minha irmã, mas estou há 4 anos como filha única porque minha irmã casou e agora o quarto é só meu.”

Yasmin continua, dizendo que, quando criança, era muito espoleta e não gostava de brincar com boneca e casinha, e que, na verdade, amava jogar futebol no colégio e jogar videogame com os primos. Gostava muito de brincar com os meninos, e era super competitiva. Não era tímida quando criança e diz que não estava nem aí com nada, mas foi crescendo e a timidez foi aparecendo, o que a tornou um pouco mais introvertida.

Seguindo no tópico da escola, Yasmin já começou a nos contar um pouco a respeito de sua indecisão em relação ao futuro.

Nossa protagonista fala que realmente sempre foi muito indecisa na escola quando pensava no que queria fazer. Já havia pensado em Engenharia, Arquitetura, e depois Economia, curso que ela chegou a se matricular na faculdade, mas quando iam começar as aulas, falaram que não abriu turma, o que a deixou desesperada, ficando 6 meses pensando no que faria.

Então, ela fez 2 meses de Contabilidade, até perceber que a área não era o que ela queria fazer. Como sua irmã já era formada na área de Análise de Sistemas, Yasmin pensou em se inscrever na Fatec, que como era pública, não precisaria pagar. E foi uma fase bem complicada para nossa Zappter, que nos contou um pouco a respeito das dificuldades de ser mulher no mercado da tecnologia:

“Pensei em fazer porque achei que fosse gostar e também por ser uma área que vem crescendo a cada dia, com muitas oportunidades de crescimento. Nunca fui apaixonada pela área, foi um momento muito difícil para mim, chorei muito durante os 3 anos da faculdade, pensei em desistir várias vezes, por isso foi bem desgastante. Por ser mulher, sofri um pouquinho de preconceito no curso de tecnologia…Triste.”

Yasmin diz que, nesta época, tinha bastante gente que não acreditava nela, mas ela pensava: “Se eu comecei algo eu vou concluir”, porque, já que ela já havia abandonado a faculdade de Contabilidade, achava que as pessoas ficariam falando: “Nossa, Yasmin não quer nada”, então nossa ex QA decidiu seguir no curso e enfrentar seus muitos obstáculos. Ela diz que sempre ficava meio de fora nos grupos, até conseguir algumas amizades um pouco mais sólidas, e que foi um momento de sua vida que foi bom para crescer, mas foi bem desgastante.

Agora, entrando mais na sua carreira, nossa protagonista nos conta como começou.

Ainda na faculdade, em 2018, conseguiu seu primeiro emprego na área e começou a trabalhar na TIVIT, como Analista de Suporte Técnico, por 1 ano e 9 meses, prestando suporte para: Estadão, Unimed, SulAmérica, entre outras empresas.

“Aprendi bastante, mas foi muito desafiador. No início pensava: ‘Como vou prestar suporte para os outros se não consigo prestar suporte para mim mesma?’. Mas depois, me surpreendi com o meu trabalho”

No 3º período, conseguiu um estágio em programação, onde desenvolvia em Java e ficou lá por 9 meses. Neste trabalho, Yasmin conheceu a área de Qualidade, que foi a que mais gostou na tecnologia.

“Eu estava executando os testes e a empresa desenvolvia softwares para clientes militares, então eu tinha na cabeça que tinha que fazer tudo muito certinho e foi aí que comecei a gostar. Dentro de todas as áreas de tecnologia, a de Qualidade foi a que eu mais gostei, mas mesmo assim não era apaixonada, só ficava mais tranquila.”

E foi a área de QA que, eventualmente, fez Yasmin se tornar uma protagonista aqui da Zappts.

Na empresa que estava, nossa Zappter não via oportunidade de crescer, então decidiu procurar ajuda e foi para outra empresa  onde fundou a área de QA.

“Foi bem bacana para aprender, mas senti falta de pessoas trabalhando comigo. E como eu era Júnior, sentia falta dessa referência.”

Foi nesse momento que a Aline, do RH da Zappts, entrou em contato com a Yas para uma entrevista de QA. De primeira, ela não quis participar, mas 2 semanas depois nossa Zappter decidiu falar com a Aline de novo, e perguntou se ainda tinha vaga. Então fez a entrevista e entrou, com um processo seletivo super rápido, que durou apenas 1 dia. E assim, Yasmin se tornou nossa nova protagonista.

“Comecei no iClubs, spinoff da Zappts, e aprendi muito porque tinham pessoas referências para eu poder me desenvolver, mas ainda não estava satisfeita porque ainda queria algo pelo que eu me apaixonasse de verdade.”

Agora, uma pausa rápida no papo de carreira para falarmos um pouco de uma parte muito importante da vida pessoal da Yas.

“Comecei a namorar com o Gustavo em 2020. Conheci ele durante o estágio. Começamos a namorar rápido, e em dezembro de 2021, ficamos noivos.”

A Zappter Protagonista continua, dizendo que sempre reclamou do trabalho com o Gustavo, e ele sempre a ajudou a pesquisar áreas que ela pudesse gostar. Disse também que gosta de Psicologia mas não queria fazer outra faculdade presencial, então conheceu a área de RH, começou a fazer cursos e entrou na faculdade, na Uninter, por EAD, no ano passado. Yasmin também admitiu que se achava velha para trocar de área, mas seu noivo sempre a apoiou para que ela arranjasse outro emprego onde fosse feliz.

Então retomando para a mudança de carreira, nossa Zappter Protagonista nos contou como isso aconteceu.

Apesar de curtir bastante a empresa, Yasmin chegou a pedir para sair da Zappts, por conta de sua frustração com a área de QA.

“Em agosto de 2021, eu não queria mais trabalhar com QA, precisava dar um passo importante na minha trajetória, então cheguei no Guará, meu líder na Zappts na época, e pedi desligamento da empresa porque não queria mais trabalhar como QA.”

Porém, os Zappters se recusaram a ficar de mãos atadas e resolveram ajudar a protagonista! A partir daí começou uma mobilização na empresa: o Guará falou com a Moyra, e a Carlinha também ajudou, para ver se conseguiriam fazer essa migração da Yas para o time de People. Então a Moy foi falar com nossa entrevistada e elas conversaram a respeito da mudança. A Moyra falou que viu que ela estava estudando bastante, e perguntou se ela queria continuar na Zappts.

E foi daí que veio a migração de QA para People.

“Depois que  eu saí de TI parece que saiu um peso das minhas costas, e ficar na empresa que me acolheu e me aceitou na minha escolha, foi muito importante. Acho que preciso trabalhar no que eu gosto antes de pensar em outros fatores como dinheiro, e mesmo com medo de ser julgada decidi ouvir meu noivo. E hoje eu trabalho feliz com essa chance que me deram.”

Atualmente, Yasmin está responsável pelo nosso Programa de Estágio. Ela também conta que quer se especializar em alguma área voltada para Atração e Seleção e Employer Branding. E, claro, quer casar logo também, mas seu apartamento ainda está na planta, então diz que ainda vai demorar um pouquinho.

“A Zappts é a melhor empresa em que eu trabalhei, porque aqui a gente é valorizado e as pessoas respeitam a gente, independente de quem a gente é e do que a gente faz. Nas outras empresas, eu sentia que precisava ser 2 pessoas para poder crescer, então estou muito mais feliz aqui. Não chego no domingo e penso ‘Ah, amanhã tenho que trabalhar’. Então quando entrei para a Zappts, isso já aliviou, e quando mudei de área isso cessou completamente.”

Depois dessa jornada de autoconhecimento da nossa protagonista, também perguntamos sobre seus gostos pessoais.

Nossa entrevistada nos contou que é uma pessoa bem caseira, que realmente gosta de ficar em casa, não gosta muito de ser vista, tem dificuldade de falar em público, e é bem ansiosa nessa questão de trabalho. Mas, mesmo caseira, ela gosta muito de viajar, ama ir para a praia. Gosta de Caraguá, Ubatuba… Yasmin acha que o mar é uma terapia para ela, onde ela consegue esquecer de tudo e só relaxar.

“Até gosto de sair mas também sou caseira, então ou eu estou na praia, ou estou em casa assistindo série. Não bebo e meu noivo também não, então não vamos muito para barzinho ou balada porque ficamos um pouco deslocados.”

Ela disse que gosta de estudar, apesar de não gostar muito de ler livros, e prefere ver vídeos para aprender. Nossa Zappter é louca por séries, ama reality shows, como BBB, De Férias com o Ex, Casamento às Cegas…

Nossa protagonista também gosta de ouvir música e se considera bem eclética, só não curte muito samba e pagode mas, de resto, vai do seu humor no momento. Seu estilo de música preferido é o Sertanejo Universitário, tipo Jorge e Mateus, Zé Neto e Cristiano.

Seus filmes e séries preferidos são os de investigação policial, como Castle, C.S.I. e NCIS, que prendem a atenção. Ela também ama filmes clichês adolescentes, bem aguinha com açúcar e românticos, tipo HSM, Camp Rock, Barraca do Beijo… Ela adora esse mundinho de adolescente, de romance.

Além disso, nossa entrevistada também é bem família e uma ótima confeiteira!

“Gosto de confeitaria, gosto de fazer bolo e doces. Na verdade foi a primeira coisa com que trabalhei, novinha eu já fazia cupcake, ovo de páscoa, e vendia pros professores. Todo ano faço ovo de páscoa para a família e bolo para os aniversários.”

Mas ela deixou bem claro que é só doce! Nada de salgado! Faz até bolo de leite ninho, que todo mundo gosta, apesar de não ser o preferido dela (que loucura!). Nossa Zappter até comentou que, na época que estava cursando Análise e Desenvolvimento de Sistemas, por ela saber fazer bolo, e considerando toda a questão da dificuldade de ser uma mulher no mercado tech, algumas pessoas falavam coisas relacionadas a isso para ela, como: “Por que não faz isso [confeitaria] em vez de trabalhar com tecnologia?”, o que a desanimava bastante, mas felizmente não foi capaz de impedir que ela seguisse sua jornada, e se tornasse nossa protagonista.

Quanto à família, Yas gosta bastante de ficar com seu sobrinho, que vai fazer 2 aninhos. Ela mima bastante ele, sempre que vai ao shopping quer comprar algo para ele, e também gosta muito de ficar com a família em geral.

E falando em criança, nossa Tech Recruiter também fala um pouco de sua experiência com os pequenos, desde sua adolescência.

Ela fala que gosta muito de fazer trabalho voluntário, é católica e, quando tinha por volta de 15, 16 anos, dava catequese para as crianças, e cuidava dos “Pequeninos do Senhor”, que era como os pequenos eram chamados em sua igreja.

Yasmin conta que adora assistir vídeos de pessoas fazendo caridade, porque diz que deixa o coração quentinho. Ela também falou um pouco sobre um tipo de voluntariado que faz com seu noivo. Ela adora o Natal e todo ano, nessa época, eles adotam uma criança para presentear:

“Gosto muito desse momento porque o natal para mim é a melhor época do ano, e meu sonho é, um dia, ter dinheiro o suficiente para ajudar muita gente, ajudar gente na rua, ajudar grupos de voluntários, comprar cestas básicas… Isso me motiva bastante, porque sempre penso que tem muita gente em situações ruins, em situação de rua.”

E o coração dela também fica quentinho com cachorrinhos. Inclusive, ela tem 4!

Nossa zappter protagonista nos contou de seus quatro peludinhos. São três vira-latas: Billy the Kid, Luna Lovegood, e Gessinho, que foi resgatado de um depósito de gesso e é todo branquinho (e daí que veio o nome); e um Border Collie chamado Ghost Blue, que era de sua irmã, mas que agora é dela.

“Amo cachorro e o Gustavo também. Tenho muita preocupação quando vejo um bichinho sofrendo e fico com muita dor no coração, vejo bichinho na rua e quero pegar para mim, e eu e meu noivo ainda temos alergia então talvez, depois de casar, não vamos ter nenhum. Bichinho é tudo de bom.”

Na hora de falarmos de inspiração, Yasmin foi super fofa e até começou falando que poderia soar clichê.

Ela disse que a pessoa que mais a inspira é seu noivo. Então conta que ele a inspira porque ele é muito calmo e paciente, e ela é muito ligada, ansiosa, e torce muito para que seus filhos tenham a personalidade dele.

“Ele me inspira muito a ser cada dia melhor. Quando conheci ele, minha vida mudou drasticamente, virei outra pessoa, muito melhor.”

Finalizando a entrevista, nossa protagonista nos contou uma curiosidade e falou mais um pouquinho da Zappts em sua vida.

Ela nos contou que achou super legal que nossa entrevista caiu exatamente no dia que ela estava completando 1 ano de Zappts, além de ser dia da mulher, e fala do quão feliz se sente de fazer parte da empresa.

“Eu fico muito feliz de continuar aqui, de ser tão apoiada aqui dentro. Eu já desacreditei de mim em muitos momentos, e ver que estou aqui há 1 ano, todo mundo me acolheu tão bem, aprendi muito, sempre ficava ‘será que vou ficar por muito tempo?’, e meu sonho é permanecer aqui por muito tempo.”

Para a gente é super legal ver nossos protagonistas se descobrindo mais a cada dia, e especialmente com a ajuda da Zappts. Amamos a história da Yas e esperamos que inspire muitas pessoas!

Você perdeu nosso 16º episódio? Confira a história da Susan no Episódio #16: Meu webnamorado também é um Zappter.

Confira nossas novas vagas, clicando aqui.