🏆🤖Clique aqui e participe da pesquisa Panorama da Inteligência Artificial Generativa no Brasil!
O papel do Customer Data Platform (CDP) no mercado livre de energia

O papel do Customer Data Platform (CDP) no mercado livre de energia

Introdução ‍ O Brasil está passando por uma mudança na forma de comercializar energia, havendo a migração de um Mercado Cativo, para o Mercado Livre. No Mercado Livre de Energia, os participantes têm a oportunidade de negociar livremente todas as condições comerciais, como fornecedor, preço, quantidade de energia contratada, período de suprimento, pagamento, entre outras, […]

abr 24 , 2023

Início Blog Página Atual
Gestão

Introdução

O Brasil está passando por uma mudança na forma de comercializar energia, havendo a migração de um Mercado Cativo, para o Mercado Livre. No Mercado Livre de Energia, os participantes têm a oportunidade de negociar livremente todas as condições comerciais, como fornecedor, preço, quantidade de energia contratada, período de suprimento, pagamento, entre outras, em um ambiente altamente competitivo de negociação de energia elétrica. Adicionalmente, os consumidores têm a liberdade de adquirir energia de outras fontes que não sejam as oferecidas pela concessionária local, tornando esse ambiente de negociação uma alternativa relevante no setor energético brasileiro.

Sem dúvida o setor de energia no Brasil é um dos mais importantes para a economia do país. É responsável por fornecer energia para todos os tipos de negócios, residências e instituições, mantendo a qualidade e segurança do fornecimento. No entanto, a indústria enfrenta desafios tecnológicos crescentes que afetam a eficiência e a capacidade de inovação, além das mudanças legais, como é o caso do mercado livre de energia. Com tais mudanças, líderes de tecnologia do setor veem a necessidade de otimizar o gerenciamento dos dados de seus clientes, o que pode ser resolvido com a implementação correta de um CDP (Customer Data Platform).

O que é um CDP?

Um Customer Data Platform (CDP) é uma plataforma que permite coletar e gerenciar dados de clientes em tempo real de múltiplas fontes, consolidando-os em um perfil de cliente único. Ele é projetado para ajudar as empresas a entender melhor seus clientes e, consequentemente, a tomar decisões mais informadas e personalizadas em relação aos negócios da empresa. 

Um CDP é uma evolução dos sistemas de gerenciamento de dados de clientes (CDM) e oferece mais recursos para lidar com grandes volumes de dados, integrar várias fontes de dados e fornecer insights acionáveis em tempo real. O uso de um CDP pode trazer muitos benefícios para o setor de energia brasileiro, ainda mais com a mudança para um mercado livre.

A indústria de energia brasileira conhece seu consumidor?

Um dos principais benefícios de um CDP para o setor de energia é a capacidade de obter uma visão completa do cliente. O setor de energia é altamente regulamentado e complexo, com muitas empresas fornecendo serviços para os mesmos clientes. Portanto, é fundamental ter um entendimento profundo do perfil de cada cliente, para que as empresas possam personalizar serviços e oferecer um atendimento customizado e de qualidade. Com um CDP, as empresas de energia podem consolidar dados de diversas fontes, como sites, aplicativos móveis e dados transacionais, em um perfil de cliente único e em tempo real.

Mercado livre e a concorrência no mercado de energia brasil

Segundo estudo divulgado pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), em 2020 havia mais de 1,5 mil empresas autorizadas a comercializar energia elétrica no Ambiente de Contratação Livre (ACL), atendendo a mais de 8,3 mil consumidores jurídicos em todo o Brasil. 

O número de usuários do ACL cresceu cerca de 22% em relação ao ano anterior, de acordo com a CCEE. Embora a maioria dos consumidores esteja concentrada em São Paulo, Pará, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná e Santa Catarina, o mercado livre de energia tem se expandido para todas as regiões do país.

Empresas participantes do mercado livre de energia por região do país (2020)

Com isso, empresas do segmento de energia no Brasil começaram a se estruturar para entrar nesse novo negócio, onde atualmente estão competindo entre si, por um mercado de mais de 12.000 clientes corporativos, que tendem a crescer nos próximos anos.

A migração de consumidores para o Ambiente de Contratação Livre (ACL) cresceu consideravelmente nos últimos 2 anos, com um aumento de 20% no fluxo de adesões. Esse crescimento aponta para uma tendência que deve se manter nos próximos anos.

A segurança dos dados dos consumidores de energia no Brasil

Outro benefício do CDP é a capacidade de gerenciar e compartilhar dados com segurança. O setor de energia é altamente sensível a questões de segurança e privacidade de dados. Um CDP pode ajudar as empresas de energia a manter a segurança dos dados dos clientes e garantir a conformidade regulatória. O CDP também pode ajudar as empresas de energia a compartilhar dados com outras empresas de energia e com outras partes interessadas, como agências regulatórias, de forma segura e eficiente.

CDP como aliado na redução de custos na indústria de energia

Além dos benefícios citados acima, um CDP pode ajudar as empresas de energia a melhorar a eficiência e a reduzir custos. A implementação de um CDP pode permitir que as empresas de energia automatizem processos de coleta e análise de dados do cliente, o que pode reduzir o tempo e o custo necessário para processar esses dados. Isso pode permitir que as empresas de energia tomem decisões mais rápidas e mais informadas, aumentando a eficiência e reduzindo os custos operacionais.

O desafio da integração entre sistemas na indústria energética

Um dos principais desafios de profissionais de tecnologia do setor energético brasileiro atualmente é a integração de soluções novas com sistemas legados existentes. Muitas empresas de energia usam sistemas legados para coletar e gerenciar dados do cliente, o que pode tornar a integração com um CDP um processo complexo e demorado. As empresas de energia também precisam garantir que os dados dos clientes sejam coletados e usados de acordo com as regulamentações governamentais.

Know-how tech no setor de energia brasileiro

Outro desafio é a necessidade de pessoal especializado para gerenciar e manter um CDP. As empresas de energia precisam ter uma equipe técnica altamente qualificada para implementar e gerenciar um CDP com eficiência. Isso pode incluir engenheiros, cientistas e analistas de dados, que podem garantir que a plataforma esteja funcionando corretamente e que os dados dos clientes sejam coletados e analisados de maneira adequada.

Case de Sucesso: Setor de energia e o relacionamento com distribuidores

Desde 2014 a Zappts ajuda empresas do setor de energia a gerar resultados de negócio por meio da tecnologia. Para agilizar os processos e melhorar o relacionamento com os distribuidores de uma grande empresa do setor de energia, a Zappts teve a missão de desenvolver um aplicativo que realiza a leitura de materiais físicos para avaliar se cabe descontos na distribuição do produto, visto que, antes, todo o processo era feito manualmente em papel e não havia garantia de precisão. 

Para acessar o case na íntegra, clique aqui.

Dificuldades na implantação de um CDP no setor de energia

Apesar dos desafios, um CDP é uma ferramenta valiosa para o setor de energia brasileiro. Ao consolidar e gerenciar dados do cliente em tempo real, as empresas de energia podem obter insights valiosos sobre seus clientes, melhorar a eficiência e reduzir custos operacionais. Além disso, um CDP pode ajudar as empresas a manter a segurança dos dados do cliente e garantir a conformidade regulatória, o que é fundamental para o setor de energia altamente regulamentado.

Por outro lado, para as empresas do setor que pretendem fazer uma primeira implantação, é importante ressaltar que os desafios incluem a coleta inadequada de dados, integração incompatível de dados, segurança de dados, conformidade regulatória, integração complexa e falta de habilidades e recursos. É importante avaliar esses riscos e garantir que as medidas adequadas sejam tomadas para mitigá-los.

Já no dia a dia, operar e manter um CDP traz a necessidade de se observar múltiplos aspectos, incluindo a coleta e integração de dados, limpeza de dados, personalização de campanhas, análise de dados, integração de tecnologia e conformidade regulatória. É importante ter as habilidades e recursos adequados para superar essas dificuldades e obter o máximo benefício de um CDP.

 

Critérios a se considerar na escolha de um CDP

Separamos alguns pontos que líderes de tecnologia do setor de energia precisam estar atentos na hora de contratar uma solução de CDP:

  • Complexidade: Algumas empresas podem achar que os CDPs são muito complexos e difíceis de usar, especialmente se não tiverem experiência anterior em gerenciamento de dados.
  • Integração de dados: a integração de dados pode ser um desafio, especialmente se houver várias fontes de dados diferentes envolvidas.
  • Atualizações de dados em tempo real: Algumas empresas relatam que as atualizações de dados em tempo real não são tão rápidas e eficazes quanto gostariam.
  • Preço: algumas empresas podem achar que os CDPs são caros em comparação com outras soluções de gerenciamento de dados.
  • Limitações de funcionalidade: algumas plataformas podem ter limitações em termos de funcionalidade, o que pode ser um desafio para empresas que têm necessidades específicas de gerenciamento de dados.
  • Dificuldade na integração com outras soluções de tecnologia: pode haver desafios na integração do CDP com outras soluções de tecnologia, como ferramentas de análise de dados ou soluções de automação de marketing.

Coren CDP – Personalização em escala

A Coren, empresa spinoff da Zappts, é uma plataforma CDP focada em ajudar líderes de tecnologia a criarem as melhores jornadas de clientes com experiências personalizadas. Clique na imagem abaixo para saber mais.

Para conhecer a Coren, clique aqui.

Conclusão

Em conclusão, a implementação de um CDP pode trazer muitos benefícios para as empresas de energia no Brasil. No entanto, também é importante lembrar que a implementação de um CDP é um processo complexo que apresenta desafios significativos. As empresas de energia precisam estar preparadas para lidar com esses desafios, garantindo que possam aproveitar ao máximo as vantagens de um CDP. Com o tempo e o investimento adequado, um CDP pode se tornar uma ferramenta indispensável para o setor de energia brasileiro, ajudando as empresas a melhorar a eficiência, aumentar a fidelidade do cliente e se destacar em um mercado altamente competitivo.

Sobre a Zappts

Desde 2014 no mercado, a Zappts apoia marcas líderes em seus mercados, como a Porto, Getnet, BTG Pactual, Cateno, Ambev, Multilaser, Ultragaz, C&A e Burger King, entre outras. Com foco no desenvolvimento de software, especialmente em Front-end, UX Design, Quality Assurance e Gestão de Ambientes Cloud atua no planejamento, gestão e operação de serviços de desenvolvimento de soluções digitais corporativas, gestão de ambientes e transferência de conhecimento por meio da tecnologia da informação. 

Somos uma empresa referência, na criação de experiências digitais para os usuários, além de desenvolver soluções inovadoras e rápidas, atuamos em modelo 100% remoto, com equipes distribuídas em mais de 18 estados do Brasil.

Para saber mais sobre como a Zappts pode ajudar sua empresa, clique aqui, e garanta um free assessment com nossos consultores tech do setor de energia.